Jornal O Correio Digital

Jornal O Correio Digital
Assine O Correio Digital

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Pescadores, Polícia Militar Ambiental, Epagri e Prefeitura se unem para melhorar as condições da pesca artesanal em Pescaria Brava

Aconteceu esta manhã, o sexto encontro entre pescadores, Polícia Militar Ambiental e Epagri, proporcionado pela Prefeitura Municipal de Pescaria Brava, em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Agropecuário, Pesca e Meio Ambiente. Presentes também estavam os vereadores Miguel da Silva e Jairo Corrêa e o presidente do PMPB Edilson Caetano.
O encontro objetiva realizar a recolocação de balizas na área já balizada entre os bairros Varginha e Santiago, com a extensão de 3.700 metros. As balizas serão instaladas, no dia 06 de novembro, 32 varas de eucalipto identificadas com a cor alaranjada.
O responsável da Epagri pelo Complexo Lagunar-Sul, Jefferson Oliveira, fala que diante da urgência apresentada pelos pescadores, para a recolocação de balizas, paliativamente serão feitas com as varas de eucalipto, mas, informa que em breve o Governo Federal enviará bóias para a substituição da demarcação.
As balizas servirão para identificar o perímetro delimitado para que os pescadores possam instalar os três pontos previstos, com seis redes cada ponto, totalizando dezoito redes, conforme acordado em reuniões anteriores. Assim, facilitará à Polícia Militar Ambiental a fiscalização de redes instaladas em lugares irregulares e instalações por pescadores não credenciados.
Diz o 3º Sargento da Polícia Militar Ambiental de Laguna, Robson Vieira “A satisfação é ver que vocês querem o balizamento na região e que querem a regularização da pesca. E, o mais importante é trabalharmos juntos.”
Cada ponto deverá ser identificado com a placa de cadastro junto à Polícia Militar Ambiental. Este cadastro deve ser feito até o dia 16 de novembro. Lembra-se que o cadastro somente pode ser feito por pescadores natos ou aposentados da pesca. No nosso município, muitos já realizaram o cadastro mais ainda não retiraram as placas, o que deve ser feito até o dia 06 de novembro.

Sesc celebra mais um ano de conquistas com programação especial em Santa Catarina


Nesta quarta-feira, 13 de setembro, é o aniversário do Sesc. Para celebrar os 71 anos, a Instituição realiza nesta data uma programação especial em suas Unidades no Estado. As atividades são gratuitas e contemplam ações de Educação, Saúde, Cultura, Lazer e Assistência, para pessoas de todas as idades. O objetivo é comemorar o lado de clientes que frequentam o Sesc e do público interessado em conhecer melhor os serviços e eventos oferecidos. A programação em cada cidade pode ser consultada em: https://www.sesc-sc.com.br/evento/2684/null.

“É um orgulho fazer parte da vida de tantos catarinenses, levando bem-estar, desenvolvimento e qualidade de vida. São sete décadas de pioneirismo, cidadania, conhecimento, inclusão e forte impacto social. E continuamos, ano após ano, expandindo e qualificando a nossa estrutura e atendimento, democratizando o acesso, beneficiando crianças, jovens, adultos e idosos”, declara Roberto Anastácio Martins, Diretor Regional do Sesc em Santa Catarina.

SOBRE O SESC

O Serviço Social do Comércio (Sesc) é uma Instituição pioneira, que desde 1946 transforma a vida de milhares de catarinenses, trazendo bem-estar e crescimento. Sem fins lucrativos, integra o Sistema Fecomércio, e se destaca como uma das entidades de caráter social mais atuantes em todo o país. Entre as suas principais atribuições estão o planejamento e a execução de ações marcadas pela excelência nas áreas de Educação, Saúde, Cultura, Lazer e Assistência, com vasta oferta de eventos e serviços.

Presente em todas as regiões de Santa Catarina, atualmente conta com 53 pontos fixos de atendimento, em 29 cidades e 17 unidades móveis, que de forma itinerante, desenvolvem eventos comunitários, atendimento odontológico, educação em saúde e incentivam à leitura. Marca forte presença com 27 unidades operacionais completas, três meios de hospedagem (Hotel Sesc em Cacupé – Florianópolis, Hotel Sesc em Blumenau e Sesc Pousada Rural em Lages), quatro quadras comunitárias (Palhoça, São José, Joinville e Penha), além das redes de escolas, restaurantes, clínicas, teatros, bibliotecas, academias entre outros espaços, onde realiza suas ações. A Instituição também atua com o programa Mesa Brasil Sesc em São José, Joinville, Chapecó, Lages e Blumenau.  Visando ampliar o público e manter a qualidade nas ações, o Sesc expande, ano a ano, a estrutura e o campo de atendimento.

Educação Infantil, Ensino Fundamental, Habilidades de Estudos (contraturno escolar), Educação de Jovens e Adultos, Pré-vestibular, atividades de saúde preventiva, de incentivo à prática de atividades físicas e esporte, Odontologia, Nutrição, Cinema, Teatro, Música, Artes Visuais, Dança, Desenvolvimento Comunitário, Trabalho Social com Idosos, Trabalho com Grupos compõem o amplo leque de atividades que o Sesc oferece aos comerciários, seus familiares e à comunidade em geral.

sábado, 9 de setembro de 2017

Programa Mulher Viver Sem Violência


Representantes das áreas de Saúde, Educação, Assistência Social e Segurança Pública dos municípios de Laguna, Imbituba, Garopaba e Pescaria Brava estiveram reunidos para definirem as datas de realização das atividades do Programa Mulher Viver Sem Violência. O encontro aconteceu no auditório da Agência de Desenvolvimento Regional de Laguna, no Centro Administrativo Hindemburgo Moreira.
Durante a apresentação do programa a coordenadora Estadual da Mulher, Aretusa Larroyd salientou que a ação será conjunta para construção de dados locais, a partir da promoção de ações informativas e educativas, já que a realidade em cada município é diferente.
O plano de ação com as atividades a serem desenvolvidas pelos parceiros, será elaborado em cada um dos municípios. A unidade móvel está disponibilizada para região de 25 a 29 de setembro, conforme cronograma. Por meio de sua estrutura estarão disponíveis atendimentos às mulheres em situação de violência.
O atendimento nos municípios de menor porte será realizado com a promoção de ações de caráter preventivo, assistência, apuração, investigação e enquadramentos legais, sempre pautados no respeito aos direitos humanos e aos princípios do Estado Democrático de direito, norteados no Pacto Nacional pelo Enfrentamento à Violência contra as mulheres.

O programa Mulher Viver sem Violência, foi lançado em 2013, pelo governo federal com objetivo de integrar e ampliar os serviços públicos existentes voltados às mulheres em situação de violência, mediante a articulação dos atendimentos especializados no âmbito da saúde, justiça, segurança pública, rede socioassistencial e da promoção da autonomia financeira.

Cronograma:
Dia 25/09: Imbituba
Dia 26/09: Imaruí
Dia 27/09: Garopaba
Dia 28/09: Pescaria Brava
Dia 29/09: Laguna